Follow by Email

Seguidores

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

D E U S


Alemanha Início do séc.XX
Durante uma conferência para universitários, um professor da Universidade de Berlim lançou um desafio aos alunos com a seguinte pergunta:

“Criou Deus tudo o que existe?"
Um aluno respondeu, convictamente:
Sim, Ele criou …
Deus criou realmente tudo o que existe?
Sim senhor, respondeu o jovem.
O professor contrapôs:
“Se Deus criou tudo o que existe, então Deus criou o mal, já que o mal existe! E se concordamos que as nossas obras são o reflexo de nós próprios, então Deus é mau!"
O jovem calou-se perante o argumento do mestre que, feliz, se alegrava por ter provado, uma vez mais, que a fé era um mito.

Outro estudante levanta a mão e diz:
Posso fazer uma pergunta, professor?
Claro que sim, respondeu ele.
O jovem faz uma curta pausa e pergunta:
Professor, o frio existe?
Mas que pergunta é essa? … Lógico que existe, ou acaso nunca sentiste frio?
Responde o aluno:
“Na realidade, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na verdade é a ausência de calor. Todos os corpos ou objectos são passíveis de estudo quando possuem ou transmitem energia; o calor é o que faz que os corpos tenham ou transmitam energia”.
“O zero absoluto é a ausência total de calor; todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagirem, mas o frio não existe.
Nós criamos esta definição para descrever de que maneira sentimos quando não temos calor."
E, a escuridão existe? Continuou o estudante.
O professor respondeu:
Existe.
O estudante respondeu:
A escuridão tão-pouco existe.
A escuridão, na realidade, é a ausência de luz.
“A luz podemos estudar , já escuridão, não!
Através do prisma de Nichols, pode decompor-se a luz branca nas suas várias cores, com os seus diferentes comprimentos de onda.
A escuridão, não!
“Como se pode saber quanto escuro está um determinado espaço?
Com base na quantidade de luz presente nesse espaço.”
“A escuridão é uma definição utilizada pelo homem para descrever o que ocorre na ausência da luz.”
Finalmente, o jovem perguntou ao professor:
Professor, O MAL EXISTE?
E este respondeu: Como afirmei no início, vemos crimes e violência em todo o mundo. Isto é o mal.
O aluno respondeu:
“O mal não existe, Senhor, ou pelo menos não existe por si mesmo.
O mal é simplesmente a ausência do bem…
Em conformidade com os casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus.”
Deus não criou o mal.
… O mal é o resultado da ausência de Deus no coração dos seres humanos.
Tal e qual como acontece com o frio quando não há calor, ou com a escuridão quando não há luz.
O jovem foi aplaudido de pé e o mestre, abanando a cabeça, permaneceu em silêncio …
O reitor da Universidade,
dirigiu-se ao jovem estudante e perguntou-lhe:

Como te chamas?
Chamo-me, ALBERT EINSTEIN.

È incrível essa definição tão inspiradora de um cientista a respeito de Deus.
Deus é Deus!
Fico emocionada ao ler tais palavras, pois o que o mundo quer é que não venhamos a reconhecer a soberania, o poder de Deus e a sua existência.
A ciência quer provar que a fé é um mito, e que Deus é algo inatingível.
Mentira…. A bíblia me diz que os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anunciam as obras de suas mãos…Deus está perto…
Confie a Ele os seus sonhos e peça que ele dirija todos os seus passos.
Ele é real.
Lucia Zani

Esse quadro fez parte da Exposição " Encontros no Espelho de Lucia Zani e tem o título de "Mutações "

4 comentários:

  1. Graças a Deus,acredito nele,tenho Fé e sou mt agradecida......Minha amiga,li seu email e fique tranquila......vc vai fazer um grande trabalho e se prepare p/ um grande evento ecológico em 2010.....Acredite sempre em vc !!!Boa Sorte !Obrigada pelo carinho......mil bjcas....

    ResponderEliminar
  2. Oi Luvia

    Vim retribuir sua carinhosa visita. Amei seu trabalho! Muito bonito. Parabéns.

    Agora já estou como sua seguidora :)
    Vou ficar aguardando suas novidades.
    Beijos
    Tathy

    ResponderEliminar
  3. Como muitas vezes achamos q tudo está perdido, vejo q, apenas ao passear pelo seu blog, encontro razão para voltar ao q eu era e acreditar quantas belas obras jamais existiriam se não fossem da vontade de deus, e vc, Lucia, é uma delas.
    Q trabalho maravilhoso!!!!!
    Queria essa pintura pra mim....
    Beijo, Fernanda ( Brasil- Rio de Janeiro)

    ResponderEliminar