Follow by Email

Seguidores

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Exposição Encontros no Espelho


A Exposição “Encontros no Espelho”, através da reprodução plástica, utiliza como símbolo de uma coisa, outra coisa, síntese do alheio que se desprende de um objecto, às vezes contradizendo-o, é um recorte de uma pesquisa sobre o espaço fictício vivido por personagens e figuras, onde por vezes observaremos situações que retratam inquietação do homem em busca de sua imagem frente ao espelho.
A presença do espelho não mais com a simples função de reflexão, mas como objecto que se transforma num objecto capaz de absorver tudo o que lhe é oferecido. As imagens são concebidas pela fusão simultânea de visões, a pessoal e a abstracta e o instante em que o físico e o mental confundem-se, em que o concreto e o abstracto se diluem e a fantasia pode substituir a realidade. É o olhar de dentro para fora e o olhar de fora para dentro, é sair de si e trazer o mundo para dentro de si. Os encontros com o espelho são imaginativos, é um convite a redescobertas e um novo olhar.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

ARTESANATO RECICLADO


Cartão com embalagem de shampoo

Reutilize as embalagens de shampoo, detergente, e outras.

Passo a passo

Limpe bem a superfície com água e sabão, depois pode preparar um lindo cartão com desenho personalizado.
Dica - envolva a embalagem com pedacinhos de jornal ou revista, colando, fazendo uma papietagem simples, após secar por 24 horas, passe uma demão de massa acrílica com pincel, ou massa de parede, misturada um pouco com cola e água.
Espere secar, pinte da cor desejada, e faça um desenho com tinta relevo, nas cores de sua preferência, pode também colar purpurina, lantejoulas, pedrinhas, miçangas, o que a sua imaginação permitir.
Dica - Se preferir uma coisa mais uniforme faça a receita de papel machê, disponível no blog. Espere secar, e faça o mesmo procedimento acima.
O legal é que pode ser utilizado como cartão, como enfeite em árvore de natal ou simplesmente como um recadinho para pessoa amada.
Lucia Zani

quarta-feira, 26 de agosto de 2009


Acabei de receber esse selo da minha amiga Mi, o blog dela é o máximo ... visitem , ela é realmente amiga do Planeta...
Agradeço de coração o carinho dispensado e a atenção , isso nos encoraja a prosseguirmos em frente... Visitem o http://www.mimirabolantes.blogspot.com/... ideias criativas e solidariede, é disso que o mudo precisa...
O meu objectivo é mostrar que a Reutilização é necessária e possível, dando liberdade a imaginação e a criatividade... despertar nas pessoas o espírito criativo e inovador, transformando o que está ao nosso redor em algo alegre e diferente ... contagiando o planeta de boas ideias .

terça-feira, 25 de agosto de 2009

CAMINHANDO ...

Ao acordar pela manhã, alegre-se e o dia será diferente… Não “durma “o tempo todo… levante, erga a cabeça, e diga a você mesma, que é capaz de realizar... Deus nos capacita em todos os momentos, mesmos os mais difíceis… É no deserto da nossa existência que Ele realiza os maiores milagres é só pedir… e será dado… creia… É no deserto, que aprendemos mais da vida, das pessoas e de nós … não desista de você, pois Deus jamais desistiu da humanidade. Se continuar a dizer que está sempre ocupado e sem tempo, nunca estará livre para receber e dar… Lucia Zani

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O POTE DE VIDRO


Um professor, diante de sua classe de filosofia pegou um pote de vidro grande e vazio e começou a enchê-lo com bolas de golf.
Em seguida, perguntou se o frasco estava cheio, e todos disseram que sim.
Depois pegou uma caixa de bolas de gude e esvaziou-a dentro do pote que encheram todos os vazios entre as bolas de golf.
Ele voltou a perguntar se o frasco estava cheio e voltou a ouvir
que sim.
Em seguida, pegou uma caixa de areia e esvaziou-a dentro do pote. A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam e ele perguntou novamente aos alunos, que responderam que o pote agora estava cheio.
O professor pegou um copo de café (líquido) e o derramou sobre o pote humedecendo a areia.
Os estudantes riam da situação, quando o professor falou:
"Quero que entendam que o pote de vidro representa nossas vidas.
As bolas de golf são os elementos mais importantes, como Deus, a família e os amigos, com as quais nossas vidas estariam cheias e repletas de felicidade.
As bolas de gude são as outras coisas que importam: o trabalho, a casa bonita, o carro novo, etc...
A areia representa todos as pequenas coisas.
Mas se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar no frasco,
não haveria espaço para as bolas de golf e para as de gude.
O mesmo ocorre em nossas vidas.
Se gastamos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes.
Prestem atenção nas coisas que são primordiais para a sua felicidade.
Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a Deus e creiam nEle, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu desporto favorito...
Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das bolas de golf em primeiro lugar.
O resto é apenas areia."
Um aluno se levantou e perguntou o que representava o café.
O professor respondeu:
"que bom que me fizestes esta pergunta, pois o café
serve apenas para demonstrar que não importa quão ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um amigo".
( autor desconhecido )

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

MUTANTES


Autor: DEEPAK CHOPRA
Médico, com especialização em Endocrinologia.
Filósofo de reputação internacional, já escreveu mais de 35 livros, um dos mais respeitados pensadores da actualidade.

"Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!
Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles.
Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo .
A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.
A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.
Suas células estão constantemente processando as experiências e metabolizando-as de acordo com seus pontos de vista pessoais.
Não se pode simplesmente captar dados brutos e carimbá-los com um julgamento.
Você se transforma na interpretação quando a internaliza.
Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projecta tristeza por toda parte no corpo – a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lágrimas de alegria.
Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição.
Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.
A ansiedade por causa de um exame acaba passando, assim como a depressão por causa de um emprego perdido.
O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.
Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse: “ Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.”
Você quer saber como esta seu corpo hoje?
Lembre-se do que pensou ontem
Quer saber como estará seu corpo amanhã?
Olhe seus pensamentos hoje!”
Ou você abre seu coração,
ou algum cardiologista o fará por você!”

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Artesanato Reciclado


Recuperando o forro da cadeira.
Dica - se o tecido está velho e não está rasgado, poderá ser utilizado o mesmo, porém se estiver muito roto, remova-o e compre um pano de algodão, ou então pode reutilizar algum pedaço de tecido que tiver disponível, de preferência sem ser estampado.
Prepare uma mistura de cola branca com água, a proporção é:
Um copo de cola para um terço de água.
Molhe um pouco o tecido com água, depois comece a colagem com filtros de café usados e sem o pó do café, utilizando a mistura acima mencionada.
Espere secar por 48 horas, e depois passe mais duas demãos de cola pura, com pincel duro. Se desejar pode depois passar um verniz á base de água. Sugestão o verniz deve ser fosco, para parecer couro. Agora é só curtir a sua nova cadeira ou assento.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

SER ÚTIL


Não importa se estação do ano mudar…
Se o século vira…
Conserve a vontade de viver…
Não se chega à parte alguma sem ela…
Abra todas as janelas que encontrar…
E as portas também…
Persiga um sonho…
Não deixe ele viver sozinho…
Alimente sua alma com Amor…
Cure as suas feridas com Carinho…
Não se acostume com o que não o faz feliz…
Circunda-te de rosas…
Ama, bebe e cala…
E o mais é nada…
Fernando Pessoa.

Esses dias vi uma pequena entrevista do Vice – presidente José Alencar, na TV Globo Portugal, parei…e prestei muita atenção numa frase simples proferida por ele.
O repórter ao indaga-lo como tinha forças para passar por tudo o que vem passando, ele responde calmante, e com um sorriso no rosto…
Tenho vontade de viver, pois acho que a minha vida ainda é útil… Lindo!
Ser útil… é isso que falta a muitas pessoas, que desistem no meio do caminho, que não lutam por elas, e portanto jamais lutarão por nada e por ninguém
Pare… reflicta… ame a vida e seja útil… Verá que as feridas serão curadas com carinho e o Amor virá…
Lucia Zani

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Aula de Mestre ou a Goiabada da Vovó?


Prof. Jorge Ferreira da Silva - Professor da PUC – Rio de Janeiro - autor
Leia com atenção, vale a pena aprender e lutar por um Brasil mais justo!

Se eu fosse escolhido paraninfo de uma turma de direito, talvez eu falasse a importância do advogado que defende a justiça e não apenas o réu. Se eu fosse escolhido paraninfo de uma turma de medicina, talvez eu falasse da importância do médico que coloca o amor ao próximo acima dos seus lucros profissionais. Mas, como sou paraninfo de uma turma de engenheiros, vou falar da importância do engenheiro para o desenvolvimento do Brasil.
Para começar, vamos falar de bananas e do doce de banana, que eu vou chamar de bananada especial, inventada (ou projetada) pela nossa vovozinha lá em casa, depois que várias receitas prontas não deram certo.
É isso mesmo. Para entendermos a importância do engenheiro vamos falar de bananas, bananadas e vovó.
A banana é um recurso natural, que não sofreu nenhuma transformação.
A bananada é =a banana +outros ingredientes +a energia térmica fornecida pelo fogão +o trabalho da vovó...e +o conhecimento, ou tecnologia da vovó.
A bananada é um produto pronto, que eu vou chamar de riqueza.
E a vovó?
Bem, a vovó é a dona do conhecimento, uma espécie de engenheira da culinária.
Agora, vamos supor que a banana e a bananada sejam vendidas.
Um quilo de banana custa um real.
Já um quilo da bananada custa cinco reais.
Por que essa diferença de preços?
Porque quando nós colhemos um cacho de bananas na bananeira, criamos apenas um emprego: o de colhedor de bananas.
Agora, quando a vovó, ou a indústria, faz a bananada, ela cria empregos na indústria do açúcar, da cana-de-açúcar, do gás de cozinha, na indústria de fogões, de panelas, de colheres e até na de embalagens, porque tudo isto é necessário para se fabricar a bananada.
Resumindo, 1kg de bananada é mais caro do que 1kg de banana porque a bananada é igual banana mais tecnologia agregada, e a sua fabricação criou mais empregos do que simplesmente colher o cacho de bananas da bananeira.
Agora vamos falar de outro exemplo que acontece no dia-a-dia no comércio mundial de mercadorias.
Em média: 1kg de soja custa US$ 0,10 (dez centavos de dólar), 1kg de automóvel custa US$ 10, isto é, 100 vezes mais, 1kg de aparelho eletrônico custa US$ 100, 1kg de avião custa US$1.000 (10mil quilos de soja) e 1kg de satélite custa US$ 50.000.
Vejam, quanto mais tecnologia agregada tem um produto, maior é o seu preço, mais empregos foram gerados na sua fabricação.
Os países ricos sabem disso muito bem. Eles investem na pesquisa científica e tecnológica.
Por exemplo: eles nos vendem uma placa de computador que pesa 100g por US$ 250.
Para pagarmos esta plaquinha eletrônica, o Brasil precisa exportar 20 toneladas de minério de ferro.

A fabricação de placas de computador criou milhares de bons empregos lá no estrangeiro, enquanto que a extração do minério de ferro, cria pouquíssimos e péssimos empregos aqui no Brasil.
O Japão é pobre em recursos naturais, mas é um país rico.
O Brasil é rico em energia e recursos naturais, mas é um país pobre.
Os países ricos, são ricos materialmente porque eles produzem riquezas.
Riqueza vem de rico. Pobreza vem de pobre.
País pobre é aquele que não consegue produzir riquezas para o seu povo.
Se conseguisse, não seria pobre, seria país rico.
Gostaria de deixar bem claro três coisas:

1º) quando me refiro à palavra riqueza, não estou me referindo a jóias nem a supérfluos. Estou me referindo àqueles bens necessários para que o ser humano viva com um mínimo de dignidade e conforto;

2º) não estou defendendo o consumismo materialista como uma forma de vida, muito pelo contrário;

3º) e acho abominável aqueles que colocam os valores das riquezas materiais acima dos valores da riqueza interior do ser humano.
Existem nações que são ricas, mas que agem de forma extremamente pobre e desumana em relação a outros povos.
Creio que agora posso falar do ponto principal.
Para que o nosso Brasil torne-se um País rico, com o seu povo vivendo com dignidade, temos que produzir mais riquezas.
Para tal, precisamos de conhecimento, ou tecnologia já que temos abundância de recursos naturais e energia. E quem desenvolve tecnologias são os cientistas e os engenheiros, como estes jovens que estão se formando hoje. Infelizmente, o Brasil é muito dependente da tecnologia externa.
Quando fabricamos bens com alta tecnologia, fazemos apenas a parte final da produção.
Por exemplo: o Brasil produz 5 milhões de televisores por ano e nenhum brasileiro projeta televisor. O miolo da TV, do telefone celular e de todos os aparelhos eletrônicos, é todo importado.
Somos meros montadores de kits eletrônicos.
Casos semelhantes também acontecem na indústria mecânica, de remédios e, incrível, até na de alimentos.
O Brasil entra com a mão-de-obra barata e os recursos naturais. Os projetos, a tecnologia, o chamado pulo do gato, ficam no estrangeiro, com os verdadeiros donos do negócio.
Resta ao Brasil lidar com as chamadas caixas pretas.
É importante compreendermos que os donos dos projetos tecnológicos são os donos das decisões econômicas, são os donos do dinheiro, são os donos das riquezas do mundo.
Assim como as águas dos rios correm para o mar, as riquezas do mundo correm em direção aos países detentores das tecnologias avançadas.
A dependência científica e tecnológica acarretou para nós brasileiros a dependência econômica, política e cultural.
Não podemos admitir a continuação da situação esdrúxula, onde 70% do PIB brasileiro é controlado por não residentes.

Ninguém pode progredir entregando o seu talão de cheques e a chave de sua casa para o vizinho fazer o que bem entender.
Assim como as águas dos rios correm para o mar, as riquezas do mundo correm em direção aos países detentores das tecnologias avançadas.
A dependência científica e tecnológica acarretou para nós brasileiros a dependência econômica, política e cultural.
Não podemos admitir a continuação da situação esdrúxula, onde 70% do PIB brasileiro é controlado por não residentes.
Ninguém pode progredir entregando o seu talão de cheques e a chave de sua casa para o vizinho fazer o que bem entender.
Eu tenho a convicção que desenvolvimento científico e tecnológico aqui no Brasil garantirá aos brasileiros a soberania das decisões econômicas, políticas e culturais.
Garantirá trocas mais justas no comércio exterior.
Garantirá a criação de mais e melhores empregos.
E, se toda a produção de riquezas for bem distribuída, teremos a erradicação dos graves problemas sociais.
O curso de engenharia da PUC, com todas as suas possíveis deficiências, visa a formar engenheiros capazes de desenvolver tecnologias.
É o chamado engenheiro de concepção, ou engenheiro de projetos.
Infelizmente, o mercado nacionalizado nem sempre aproveita todo este potencial científico dos nossos engenheiros.
Nós, professores, não podemos nos curvar às deformações do mercado.
Temos que continuar formando engenheiros com conhecimentos iguais aos melhores do mundo.
Eu posso garantir a todos os presentes, principalmente aos pais, que qualquer um destes formandos é tão ou mais inteligente do que qualquer engenheiro americano, japonês ou alemão.
Os meus quase trinta anos de magistério, lecionando desde o antigo ginásio até a universidade, dá-me autoridade para afirmar que o brasileiro não é inferior a ninguém, pelo contrário, dizem até que somos muito mais criativos do que os habitantes do chamado primeiro mundo.
O que me revolta, como professor cidadão, é ver que as decisões políticas tomadas por pessoas despreparadas ou corruptas, são responsáveis pela queima e destruição de inteligências brasileiras que poderiam, com o conhecimento apropriado, transformar o nosso Brasil num país florescente, próspero e socialmente justo.
O que me revolta, como professor cidadão, é ver que as decisões políticas tomadas por pessoas despreparadas ou corruptas, são responsáveis pela queima e destruição de inteligências brasileiras que poderiam, com o conhecimento apropriado, transformar o nosso Brasil num país florescente, próspero e socialmente justo.
O dia que um presidente da República, em vez de ficar passeando como um dândi pelos palácios do primeiro mundo, resolver liderar um autêntico projeto de desenvolvimento nacional, certamente o Brasil vai precisar, em todas as áreas, de pessoas bem preparadas.
Só assim seremos capazes de caminhar com autonomia e tomar decisões que beneficiem verdadeiramente a sociedade brasileira.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

ARTESANATO RECICLADO


Lista de material:

Pedaço de papelão, ou uma tela, ou um pedaço de madeira
Tinta acrílica ou guache, nas cores desejadas
Folhas secas, pode usar de tamanhos diferentes
Cola branca
Água
Filtros usados de café.
Pincel chato

Escolha a superfície a ser trabalhada.
Comece a colagem.
Misture cola branca com água, (proporção uma colher de cola para uma colher de água).
Passe cola em toda a superfície a ser trabalhada, comece a colar os filtros de café de forma irregular.
Não espere secar, ao terminar de cobrir toda a superfície, cole as folhas escolhidas. Espere secar por 24 horas.
Depois crie, escolha as cores que irá dar umas pinceladas, e quando secar, passe verniz fosco a base de água em todo o trabalho.
Outra dica é aplicar essa técnica sobre caixinhas de presentes, porta-retratos.
Pode se desejar colar fotos suas no lugar das folhas, e depois impermeabilizar com verniz vitral incolor.
O filtro de café é resistente e tem uma coloração que imita couro.
Se você não tiver filtros de café usados, pode substituir por papel de propaganda, mas para papel de propaganda ficar desbotado deve passar uma algodão molhado em acetona suavemente, irá desaparecer e ficará colorido.
Lucia Zani

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O que nutre o Amor numa relação?


A amizade,
O companheirismo,
… E para mim a principal de todas a Admiração, pois como podemos amar o que não admiramos?
A Admiração gera o respeito, e o respeito é fundamental numa relação sadia.
Quando a “admiração “ vai embora, surgem os “ conflitos”, que aumentam a medida que não são tratados ou resolvidos. Basta uma das partes se omitir, e a “ bola de neve “ cresce, cresce, e um dia ela faz “ bum”, explode.
Então vem a notícia...
... Ela foi embora, ou ele a deixou… eram tão apaixonados, como isso aconteceu repentinamente?... Nada acontece repentinamente, tudo na vida passa por um processo.
É que quase sempre, não queremos perceber, ou tomarmos decisões, somos omissos e colhemos o fruto da nossa omissão.
Aprenda a admirar tudo que está ao seu redor, principalmente a “vida” que um presente de Deus…Ame a vida, ame as pessoas …. Se faça admirável, com certeza os olhares estarão sobre você.
A Admiração gera também “ dedicação” … aprenda a se dedicar não só a você.
Quando admiramos alguém de verdade, entendemos, compreendemos, olhamos e vemos, nos dedicamos, e recebemos dedicação e tudo isso gera a “ confiança “e a “doação”...
O amor começa a crescer e se multiplicar... e não fica adormecido, e toma conta de nós.
Ame, admire, dedique-se e confie.
A vida é um milagre, você é um milagre.
Lucia Zani

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Artesanato Reciclado


Tela com revista.

Escolha uma foto de alguma revista, ou faça a silhueta em jornal
Se achar interessante poderá escolher uma foto sua
Passo a passo –
Escolha aonde irá fazer o seu trabalho, que poderá ser:
Um pedaço de papelão,
Uma tela,
Ou pedaço de sobras de madeira.
Preparar a superfície.
Faça a parte uma massa, para dar uma textura ao seu trabalho, que poderá ser comprada em loja de artesanato - massa acrílica, ou feita com sobras de massa de parede – a proporção é 1x1x1- uma colher de sopa de massa, uma de água e uma de cola branca.
Passe sobre a superfície a ser trabalhada, com uma espátula, se não tiver a espátula, passe com uma faca, ou até com um pincel chato duro.
Espere secar completamente.
Comece a pintar, pode usar e abusar das cores – use sempre tinta á base de água, tinta acrílica, tinta guache ou tinta para tecido.
Espere secar, cole a foto que escolheu com cola branca diluída em um pouco de água.
Espere secar e passe verniz para impermeabilizar o seu trabalho. Sugiro que o verniz seja fosco e a base de água.
Atenção – se você optar pela foto em papel de fotografia a impermeabilização deverá ser com verniz vitral incolor.
Outra dica – se escolher uma fotografia em preto e branco, poderá usar verniz vitral colorido, fica diferente. Mas sempre cores claras.
Lucia Zani

terça-feira, 4 de agosto de 2009

A M O R


A M O R
Carlos Drummond de Andrade - Escritor: 1902 - 1987
Leia até ao final… Vale a pena…

• Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

• Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

• Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino - o amor.
Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...
Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixa-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre-arbítrio.
Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Capacidade para Amar.


Fomos feitos com tal capacidade.
O Amor é um exercício diário de
Doação…
Afecto…
Solicitação…
Renúncia…
Compreensão…
Existem muitas formas de manifestar o Amor:
O Amor jamais acabará, enquanto existir o “homem”, que tem a imagem e semelhança de Deus.
Todos nós, “humanos” queremos receber o Amor…
A grande questão é que muitas vezes não estamos dispostos a dar, e o pior, a aprender a amar…
Amar requer disponibilidade…
Faça a seguinte pergunta –, Será que algum dia contribuiu para que alguém se sentisse realmente amado, valorizado?
…ou então contribuiu e depois deixou de lado, pois não conseguiu se fazer entender, e por isso resolveu não distribuir mais afecto, e ficar dentro da caverna?
Quantas vidas já atingiu com palavras e demonstrações pequenas de afecto?
A grande verdade é que queremos sempre receber e receber e receber, e ficamos insatisfeitos, mas poucas vezes queremos dar.
Esteja disponível para Amar e com certeza, será amado.
Não se preocupe com aquilo que aparentemente esteja desajustado…
Apenas se doe…ame…
Sentirá o amor bater e sua porta e bater para ficar.
Aprenda com as diferenças, elas nos ajudam a crescer e nos tornarmos uma pessoa melhor.
Não desanime, avance…doe…
Amar é apenas DECISÃO…e não uma mágica.
Decida pela melhor palavra que existe no mundo o AMOR, que é o contrário do egoísmo, da indecisão, da dúvida, da incompreensão.
O Amor e a solidariedade são o melhor remédio para alma e um antídoto contra a solidão e a depressão.
Lucia Zani.

domingo, 2 de agosto de 2009

Eco Bijuterias.



As Eco Bijuterias feitas por mim , já estão disponíveis para compra.
Visite o site www.luciazani.pt e vá a loja.
Olha que legal!
Essa Eco Bijuteria , como todas as outras, são produzidas com "lixo".
Garrafas de água, sumos, refrigerantes.
Lucia Zani

Artesanato Reciclado




Dica para a reutilização de latas de refrigerante, sumos, chás, etc..
A lata sempre é muito colorida, portanto pode ser usada aos pedaços, inteira, pode ser pintada, ou apenas deixá-la ao natural.
Para cortar uma latinha, precisará de uma tesoura afiada, e um pouco de cuidado para não se cortar.
Se optar por cortá-la, pode fazer de várias maneiras.
Com formas geométricas, ou com formas aleatórias.
Atenção ao utilizá-la em colagens, a cola adequada é cola tudo, que agora é vendida com pincel.
Depois pode simplesmente passar um verniz a base de água, ou verniz vitral que é utilizado para pintar vidro.
Se deseja pintar tudo de uma cor só, aconselho que antes cortar as latas, pinte primeiro. A tinta indicada é tinta esmalte que agora é a base de água, e é vendida em lojas de material de construção, em pequenas quantidades.
Outra dica é usar as latas cortadas como se fosse mosaico, e depois pode passar cimento branco, ou massa acrílica, ou restos de massa de parede. Passa entre as juntas, com pincel duro.
Efeito interessante – após terminar o seu trabalho pode utilizar verniz vitral colorido, fica muito lindo, se optar por cores claras, tipo amarelo ouro, azul claro, rosa e violeta.
Pode aplicar essa técnica sobre madeira, tela, fazer bandejas, porta-retratos, caixinha de presentes, e até mesmo recuperar um tampo de mesa que não sirva mais.
Observação - também pode utilizar o lado prateado das latas, fica muito legal!
Lucia Zani